quinta-feira, 21 de julho de 2011

Ilha da fantasia

Olha só, que esquisito:
Gente se achando bacana
Porque tem falsos poderes.
Em nada disso eu acredito.

Acredito em contos de fadas
E em histórias de barquinhos
De piratas que saqueiam mercadores
E decepam indiozinhos.

domingo, 17 de julho de 2011

Flor e ser

Passarinho beijou a flor
Da árvore em dia quente
Passando sobre meu chão,
Lançou pólem. Acidente.

Terra sem pedra ou espinho
terra arada e revolvida
Senti no grão, carinho
Escolhida pra vida

Abracei-o, afaguei
Veio a chuva e me molhou
Abri segredos fecundos
E a sementinha brotou

Estiou e eu dei a ela
O melhor que eu pude dar
Pra que a minha plantinha
Sol nenhum viesse secar

Veio o vento, mas ela
Está n'eu chão enraizada
Deixa cair sobre mim
Flores por ele sopradas.